Responsável:
João e Murilo Cardoso de Castro

GEOPROCESSAMENTO E SIG

O SIG é uma grande aplicação da Informática a uma ciência clássica, a Geografia. Por esta razão, enquadramos, justamente nesta seção sobre a Técnica, o SIG enquanto resultante da tecnicização da Geografia, e, por conseguinte, um excelente estudo de caso da técnica moderna moldando um ciência clássica (veja também Morfogênese Técnica-Meio).

O SIG é uma construção. O sig é a infra-estrutura desta construção.

O sig é o software que rege a construção do SIG, enquanto sua infra-estrutura técnica.

O sig traz latente em seu sistema de programação a construção futura de qualquer SIG, em termos de metodologia (do grego methodos, caminho) de constituição de um Sistema de Informação Geográfico.

Nos algoritmos implementados na programação do sig, métodos e técnicas de constituição de um SIG estão prontos a serem aplicados.

Do mesmo modo, a própria organização da base espacial sobre a qual o sig deve operar já está previamente definida por seu sistema de programação.

No desenvolvimento do sistema de programação do sig, incluindo a definição da estrutura de sua base espacial, concorreram diferentes disciplinas, como a Cartografia, a Geografia, a Geodésia, e outras.

Estas disciplinas foram originalmente "traduzidas" e apropriadas por tecnologias como a informática, o CAD, e outras. A coalescência destas iniciativas teve como resultado um engenho computacional capaz de representar o espaço geográfico, o sig.

Na constituição do SIG a partir do sig convergem por sua vez uma série de atividades que, atuando em um meio técnico-científico-informacional e recorrendo aos recursos técnicos, científicos e informacionais que este meio oferece, identificam os problemas e reúnem os elementos (modelos, métodos, dados) necessários a esta constituição do SIG.

A tecnologia do sig orienta a consecução das atividades, a resposta do meio, a formulação dos problemas e a reunião dos elementos para constituição de um SIG capaz de realizar a exploração da representação geográfica sob a forma de cartografia automatizada, análises espacias e simulações.

O sig é um engenho de representação do espaço geográfico e o SIG constituído a partir do sig, a elevação desta representação à condição de modelo geográfico por excelência.

Partindo destas reflexões montamos esta seção com os seguintes objetivos:

É preciso refletir seriamente sobre o sig, seu potencial e seus limites. Trata-se de uma das mais avançadas tecnologias de nosso tempo, com atuação crescente na visão de mundo e nas políticas de desenvolvimento.